BTB Intercâmbios 

Mitos e verdades sobre intercâmbio

11.07.2019

Intercâmbio, uma palavra que para muitos é um sonho. Estudar em outro país, conhecer uma nova cultura, fazer novas amizades e se apaixonar pelas coisas boas do mundo.

O intercâmbio é sem dúvida uma das experiências mais incríveis que alguém pode ter, é algo que irá enriquecer você como pessoa e como profissional.

Mas todo sonho requer planos para que seja concretizado, e no caminho para sua realização existem dúvidas, e isso é completamente normal. Com o poder da internet em nossas mãos vamos direto no poço em que se encontra toda a sabedoria do mundo quiçá do universo, o Google.

A internet é sim um local de sabedoria e que pode te ensinar muitas coisas, mas também é local de informações falsas que deixam você ainda mais confuso.

E é por isso que estamos aqui, criamos este texto para tirar suas dúvidas a respeito de intercâmbio e mostrar que o mundo é logo ali.

 

 

1 -  Eu preciso ter muito dinheiro?

 

Não! A resposta ideal para esta pergunta é que você precisa ter o dinheiro certo. Todo sonho material, aqueles que você quer adquirir algo é preciso economia e com intercâmbio não é diferente.   

O planejamento financeiro é algo essencial para que tudo o que você planejou para sua grande viagem aconteça.

Existem diversos planos de intercâmbio que pode facilitar sua vida financeira, sem falar das promoções que vivem acontecendo. Por isso, planeje-se, busque pesquisa em fontes confiáveis, vá atrás de quem entende do assunto.

Você precisa de assessoria e planejamento. Tendo ambos, seu sonho se realizará muito mais rápido.

2 - Eu preciso “manjar” a língua estrangeira?

 

Noop! Não é preciso dominar a língua local para fazer um intercâmbio. É claro que se você souber o básico ou até mesmo o intermediário será excelente para o seus primeiros dias e até primeiro mês.

Mas a intenção de um intercambista é aprender um novo idioma ou aperfeiçoá-lo com o povo nativo da língua. Por isso fique tranquilo, se você não domina totalmente a língua do país que você está indo, mergulhe fundo em sua viagem e não tenha dúvidas que em poucos meses estará se comunicando muito bem com seus novos amigos.

 

 

3 - Tem hora para um intercâmbio?

 

Sim! De madrugada, onde as passagens ficam um pouco mais baratas! Rs. Brincadeiras a parte, é claro que não!

Estar com 15 anos ou com 30 não interfere em nada sua experiência, todos temos direito de estudar, viajar e viver nossos sonhos. Se você tem mais de 30 anos, pode pagar seu intercâmbio e quer realizar esse sonho, porque não?

O mais importante para uma viagem de estudos e/ou trabalho é a mentalidade, você está pronto para conhecer uma nova cultura, uma nova nação, costumes diferentes? Quem sabe  até morar sozinho?

Se a reposta for sim, já basta. A experiência é incrível e vamos sempre recomendar a todos, façam intercâmbio! Você verá o quanto te fará crescer. 



4 - Intercâmbio igual férias?

 

Não! Sair do país pode trazer uma falsa sensação de férias, onde só se curtiu e “turistou”. É claro que em um intercâmbio você irá fazer turismo, conhecer locais incríveis e pessoas sensacionais.

Mas é preciso seguir regras, afinal você saiu do seu país para estudar, aprender e se aprimorar, seja em uma língua estrangeira ou na sua profissão. Sem falar que muitas vezes essa aventura é solo, com no máximo amigos ou parceiros. Então a obrigação de: manter casa limpa, fazer compras, cozinhar e principalmente, administrar seu próprio dinheiro é totalmente sua!

Já falamos e podemos repetir quantas vezes for preciso, intercâmbio tem como propósito o aprendizado e amadurecimento, tanto pessoal quanto profissional.

Quanto mais focado você estiver, melhor será a experiência.

 

 

5 - O mercado de trabalho está de olho

 

Sem dúvida! O mercado de trabalho, tanto nacional quanto internacional está em busca dos melhores currículos. Um intercâmbio atribui um peso incrível para o seu CV, principalmente se for bem aproveitado.

Imagine a seguinte situação, você é uma figura importante dentro de uma empresa multinacional e possui dois currículos em mãos. Um é de alguém que não possui uma segunda língua e teve experiências apenas localmente. A outra pessoa fez intercâmbio, possui fluência em uma segunda língua, é muito proativa devida sua vida fora do país onde teve que se virar, dentre outras qualidades. Qual você escolheria?

O peso de um intercâmbio é enorme e todos somos capazes de fazê-lo. Cada um no seu tempo, cada um com seu sonho, é claro. Todos somos capazes e merecemos a grandeza.



6 - Trabalho temporários podem salvar suas finanças

 

E como! Imagine você fazer tudo o que um intercâmbio pode te proporcionar e ainda descolar uma graninha para ajudar nas finanças e até mesmo salvar os fins de semana de passeios e viagens internas.

Para as viagens internas ale a mesma dica quando falamos de fazer um intercâmbio, economia. Quando se faz um intercâmbio de duração maior - 4 meses ou mais dependendo das regras impostas é claro - e se você possui um emprego onde seu horário é flexível e também economizou, é a hora perfeita para dar uma “viajadinha” pela região onde você se encontra.

Outra situação em que uma graninha pode ajudar é na hora das compras do mês, comprar roupas, etc. Infinitas possibilidades. Segue a lista de alguns países que permitem trabalhar com visto de estudante:

- Austrália;
- Canadá;
- Irlanda;
- Nova Zelândia.

 


Conclusão

 

Qual é a conclusão que chegamos? Que fazer um intercâmbio é incrível. Comece agora a se planejar, fale com os melhores, eles vão te ajudar no que precisar e faça do seu sonho uma realidade.

O mundo é possível, ele está apenas te esperando.

  • Tags:
  • intercambio
  • canadá
  • irlanda
  • nova zelândia
  • austrália
  • estados unidos

#EuSouBTB

#
#
#
#