BTB Intercâmbios 

Estudar e Trabalhar no Canadá

12.08.2019

Nada como conhecer as belezas canadenses, aprender ou melhorar seu Inglês, ou Francês, e ainda trabalhar. Ganhar experiência, enriquecer seu currículo e ainda receber alguns dólares canadenses por isso é o ápice de um intercâmbio muito bem executado.

Já falamos sobre trabalhar e estudar em alguns posts das nossas redes sociais, e até mesmo no nosso blog com o tema “Tipos de Qualificação na Austrália”.

Porém, existem diferenças de como funcionam as leis em cada país. No Canadá não é como na Austrália, por isso viemos esclarecer como funciona trabalhar e estudar na terra do Maple.

Mas antes de saber como funciona trabalhar no Canadá, que tal conhecer o país? Te damos 7 motivos para você arrumar já suas malas rumo ao Grande Norte Branco! Clique aqui e conheça o Canadá.

 

 


Conheceu o verdadeiro norte? Está motivado? Então bora saber como estudar e trabalhar no Canadá.

- Os primeiros passos;
- Trabalhar e estudar no Canadá;
- Término dos Estudos;
- Dados sobre a imigração canadense
- Reembolsando seus impostos;
- Conclusão.

 

Os primeiros passos

 

Express Entry

Antes de tudo, precisamos citar o Express Entry. A “ferramenta” é a maneira que o governo canadense encontrou para trazer imigrantes para o seu território.

O Canadá é o segundo maior país do mundo, são 9.985.000 km² para “apenas” 37,06 milhões de habitantes, ou seja, existe um grande déficit de pessoas no país.

Sendo uma das economias mais fortes do planeta, investir no país é extremamente atrativo e é aí que o programa Express Entry faz sua “mágica”.


A tarefa de trazer pessoas de todo o globo para o Canadá é totalmente organizada e você só pode entrar se entrar quem entra na categorias indicadas pelo Governo canadense. Por isso antes de tudo, veja se você se encaixa nas categorias para ingressar em um trabalho no Canadá. Clique aqui e acesse o Express Entry.

 

Escolha seu curso

Agora que você sabe do Express Entry, podemos continuar.

Antes de pensar no trabalho é preciso focar nos estudos, essa é a lei da vida moderna, por isso antes de tudo é preciso escolher um curso e uma instituição de ensino. Lembrando que, cursos de línguas (Inglês/Francês) não são válidos para a conquista de um emprego.

Para se encaixar no program de trabalhar e estudar é preciso escolher um curso de pelo menos 6 meses, quanto mais tempo, melhor. É preciso que o curso seja em período integral e a instituição precisa estar na lista do governo, denominada Designated Learning Institutions.

Existem duas instituições que possuem o programa de work & study, são os College (Faculdades) e às University (Universidades).

Dentro do College você irá aprender cursos mais práticos, voltados para o mercado de trabalho possuem uma duração menor e o resultado são os diplomas ou certificados que demonstram a capacidade profissional de quem o fez. O tempo de curso vão de 6 meses a 2 anos.

*Uma dica nossa, se você quer que o mercado de trabalho canadense veja você com bons olhos, opte pelo de 2 anos. Quanto menor o tempo, mais é mal visto, claro que isso é bem relativo, mas mostrar que você estudou muito bem faz com que o mercado te integre mais rapidamente. Isso é bem comum no mundo inteiro, no Brasil funciona da mesma maneira.

Na University é algo mais complexo, da mesma maneira que é no Brasil. Se você procura cursos mais longos de bacharelado, mestrados e doutorados esse é o lugar certo. As universidades canadenses estão entre as melhores do mundo e ter um curso em uma no seu currículo traz um peso ENORME.

Como bem sabemos tanto as faculdades quanto às universidades são pagas, mas não é só chegar pagando. Existem algumas exigências, que podem variar de instituição para instituição mas existem algumas que são comuns. Separamos as mais pedidas pelas “casas” de ensino canadense:

- É preciso possuir diploma de bacharelado. São pelo menos 4 anos de estudo no Brasil ou em outro país para uma pós graduação no Canadá;

- Ainda no assunto pós, é preciso ter todo o histórico da universidade cursada, quanto maior suas notas e quanto mais você se dedicou ao seu currículo estudantil, melhor;

- Comprovação no nível de inglês. Isso é extremamente necessário, comprovar no nível de Inglês ou Francês é fundamental, tanto para o Express Entry quanto para estudo. A instituições não vão te ensinar a língua, vão te ensinar as matérias necessárias para sua profissão, o Inglês ou Francês precisam estar fluente para isso. Por isso é preciso fazer testes como o Celpip, TOEFL, IELTS ou no caso do Francês TEF

 

Universidade de Toronto - Toronto, OT - Canadá - Site Oficial

 

Trabalhar e Estudar no Canadá

Curso escolhido, aceitação concedida pela faculdade ou universidade. Agora é a hora de conseguir a Letter of Acceptance (LOA). A carta é dada pela instituição de ensino na qual o aluno está devidamente pré matriculado. Para obter seu visto de estudante com permissão de trabalho é preciso ter sua LOA.

Todo estudante com esse visto tem direito de trabalhar durante 20 horas semanais. Entretanto há uma um parênteses, se você estiver em um curso que possui férias, que ocorrem nos meses de verão, as horas podem ser dobradas. Durante as férias é permitido trabalhar durante 40 horas semanais

Reforçando, só é permitido trabalhar as 20 horas semanais os estudantes internacionais de instituições post-secondary - instituições reconhecidas pelo governo, você pode consultar as entidades clicando aqui.  Estudantes de cursos considerados profissionalizantes - com matérias mais voltadas a áreas técnicas -  também recebem o work permit.

Uma ótima notícia para quem tem a intenção de aplicar para visto de estudante com intenção de trabalho e quer levar a família é que seu cônjuge tem direito a receber o Open Work Permit (OWP), visto de trabalho integral, tendo o direito de trabalhar as 40 horas semanais.

Para que ambos os visto sejam aprovados, é preciso mostrar ao oficial da imigração que de maneira alguma pretende ficar ilegalmente no país após o fim dos estudos. Para isso é preciso comprovar que possui fundos suficientes para bancar seus custos no decorrer do curso, é pedido o seu histórico criminal e para finalizar, exames médicos.



Término dos estudos


Com o término dos estudos, o estudante terá a oportunidade de permanecer no país com o PGWP, Post Graduation Work Permit. Nada mais do que a permissão para o trabalho integral. O visto tem validade de 3 anos, porém, alguns podem ter maior duração, depende da duração total do curso.

É obrigatório fazer sua aplicação para o PGWP em até 90 dias para a conclusão do programa de estudo no qual você estava. Passando dos dias descritos na lei não será possível requisitar o visto. Uma vez aprovado, o cônjuge poderá fazer uma aplicação para ficar no país, podendo ficar como estudante, acompanhante ou turista. Para permanecer como trabalhador, sendo cônjuge é preciso ter um emprego full time junto a um carga dentro da National Occupational Classification (NOC) sendo as categorias 0, A ou B. Confira todas as categorias e o que é o NOC clicando aqui.

 

 

Dados sobre a imigração Canadense

No segundo trimestre de 2018 houve um crescimento de 82% dentro da população canadense. Foi o segundo maior já registrado entre 3 meses de pesquisa, desde 1971.

Um total de 168.687 habitantes a mais apenas no segundo trimestre, sendo 82% de novos habitante no país, cerca de 139 mil habitantes.

Já os números que foram calculados com apenas residentes permanentes, sem contar com estudantes, visitantes e imigrantes temporários foi o maior crescimento para o Canadá em 20 anos, cerca de 87.661 novos habitantes permanentes no país.

A cada ano que passa o Canadá tem chamado mais atenção. A qualidade de vida, junto a segurança e a oportunidade que o país traz na mudança de vida das pessoas. Empregos com salários justo e com oportunidades para qualquer tipo de pessoa.

 

Reembolsando seus impostos


Voltando ao assunto trabalho. Caso seus planos seja apenas ganhar experiência no Canadá e não queira aplicar para a residência permanente no país então você tem direito de reembolsar seus impostos.

Como todo país do mundo, o Canadá recolhe alguns impostos diretamente do salário de seus colaboradores (cidadãos) ou seja, o salário que chega em suas mão não é o valor total.

Entretanto, estudantes internacionais que trabalham no país podem, e devem solicitar o reembolso dos impostos retirados de seus salários.

O reembolso deve ser solicitado através de uma declaração de valores e renda. Os valores podem depender de alguns fatores como: valor do salário, convênio/consultas médicas, vale transporte, alimentação, etc. 

O prazo para solicitar o seu reembolso é de até 10 anos fiscais. Mesmo que sua viagem tenha terminado a um tempo você poderá solicitá-lo caso esteja dentro do prazo. O valor pode varia, como já falamos, porém a média dos valores retornados é cerca de CA$ 900,00 - cerca de R$ 2.590,00, podendo haver alterações de valores devido a variação da moeda.

 

 

Conclusão


Sem dúvida um dos melhores lugares do mundo para se estar. O Canadá é perfeito para você que quer aprender mais e enriquecer seu currículo com um trabalho justo e que irá trazer muito aprendizado.

Transformar um intercâmbio em um novo lugar para se morar é algo incrível e O Grande Norte Branco permite. Faça suas malas e comece já seu intercâmbio para o Canadá. 
 

 

  • Tags:
  • canadá
  • toronto
  • intercambio

#EuSouBTB

#
#
#
#