BTB Intercâmbios 

O Halloween Pelo Mundo

31.10.2018

O mês de Outubro traz (afinal a festa é no fim do mês, último dia para ser exato) uma das festas mais populares do mundo, o Halloween. Mesmo não sendo muito comemorado  em nosso país, é bem conhecido por aqui, mas você sabe de onde vem esta festa? Sua raízes, história e o porquê de comemorar um “Dia das Bruxas”? Então, está na hora de descobrir.

Popularizado nos Estado Unidos, o Halloween remonta uma antiga tradição Celta conhecida como, o Samhain, que marcava o fim do verão e o começo do inverno. Essa explicação estaria ótima se não fosse por uma questão, a civilização Celta foi “vista” pela última vez na idade média nas regiões onde hoje ficam Irlanda, Escócia, País de Gales e Inglaterra. Então como uma celebração vinda de uma civilização praticamente “extinta” pode ter chego na América séculos depois?

A História Celta


O Samhain (Samain ou Samhuinn) é uma palavra que vem do Gaélico Antigo que significa, o fim do verão, marcando o início do inverno, o fim das colheitas e o início do novo ano Celta que, de acordo com o nosso calendário seria no dia 1 Novembro. Era a celebração mais importante para os Celtas, e apesar da sua extinção é comemorado, de formas diferentes claro, ao redor do mundo até a atualidade, principalmente nos países anglófonos, países que possuem o inglês como língua principal.

O festival durava 3 dias, o que atualmente são as celebrações católicas, da Vigília de Todos os Santos (noite de 31 de outubro), Dia de Todos os Santos (1 de novembro) e Finados (2 de novembro).  O termo Halloween surgiu apenas no século XVII derivado da expressão "All hallow-even", do português "noite de todos os santos" (eve of all saints).  Desde seu começo a data está associada a fantasmas, espíritos e a morte. Para o povo Celta era quando o véu que separava o mundo visível do invisível — o mundo dos vivos e dos mortos — se tornava mais delicado. Nestas datas era também quando o povo fazia honras a teus antepassados.

No século VII, o Papa Bonifácio IV instituiu o feriado do Dia de Todos os Santos, dedicado aos mártires e santos da Igreja Católica. A data foi mudada de 13 de Maio, para Novembro pelo Papa Gregório III, em uma tentativa da igreja para desviar esse interesse em costumes pagãos. O que não funcionou da maneira esperada já que a data era comemorada da mesma forma que o Samhain, com fogueiras, paradas e pessoas mascaradas de santos, anjos ou demônios.

O Halloween Como Conhecemos


Na segunda metade do século XIX os EUA recebeu uma grande quantidade de imigrantes irlandeses, que fugiam de seu país devido ao que ficou conhecido como A Grande Fome (1845-1849). A chegada dos irlandeses ajudou a espalhar e popularizar o Samhain pela América. Fazendo uma das maiores apropriação cultural os norte-americanos começaram a utilizar máscaras na data e pedir dinheiro ou doces com o famoso trick or treat (doces ou travessuras).

Com as várias tentativas de deixar o Halloween menos “sobrenatural” com toda a relação de espíritos e morte o festival teve algumas de suas superstições perdidas. Com o passar dos anos a tradição foi se tornando mais para a comunidade, com festas, festivais e paradas.

 

A Lenda de Jack o’ Lantern


Halloween é sinônimo de fantasmas, histórias de terror e principalmente, abóboras com rostos. Essa tradição norte-americana está também ligada ao povo Celta e vem de uma antiga lenda Irlandesa - a lenda de Stingy Jack.

Diz a lenda que um dia um homem chamado Jack convidou o diabo para beber. Fazendo juz a seu nome, Stingy Jack (Jack Avarento), não quis pagar as bebidas. Convenceu, então, o diabo a transformar-se em uma moeda, que usaria para pagar a conta. Jack muito esperto guardou a moeda no bolso juntamente com uma cruz de prata, que impedia o diabo de voltar à forma original. Disse-lhe então que só o soltaria se prometesse que não o importunaria durante um ano e que quando morresse, não reclamaria a sua alma.

No ano seguinte quando o diabo voltará, Jack o enganou novamente, pedindo que subisse a uma árvore e que lhe colhesse uma peça de fruta. Sem que ele reparasse, Jack gravou uma cruz no tronco da árvore, impedindo-o de descer dos galhos. O homem fez então que o diabo prometesse que o deixaria em paz por mais dez anos.

Quando Jack finalmente morreu, Deus não permitiu que entrasse no Céu, mas o diabo também não o podia receber. Jack foi então condenado a vaguear pela noite apenas com um punhado de carvão para o iluminar, que colocou dentro de um nabo esculpido. Jack of the Lantern ou Jack o’ Latern (Jack da Lanterna), tem zanzádo pela terra desde então.

Motivados por esta lenda os irlandeses esculpiam rostos em nabos, beterrabas e batatas para afastar Jack e outros espíritos. Com a imigração a tradição foi levada para a América, mas usaram as abóboras nativas da região para esculpir.

Halloween Pelo Mundo


Como já dito o Halloween é muito famoso em países de língua inglesa, mas com o mundo tão conectado é muito comum a data ser celebrada em outros países. No Brasil por exemplo, é feita diversas festas a fantasia e inspiradas pela tradição americana algumas crianças saem para pedir doces em suas ruas ou prédio, mas sem fantasias, afinal a moda não pegou muito por aqui. Já a parte católica da história pegou e muito no nosso país, celebramos no dia 1 de Novembro o Dia De Todos Os Santos e no dia 2 o feriado de Finados, onde as pessoas prestam homenagem aos mortos levando flores aos túmulos e orando. Igualmente na Espanha por também ter maioria católica em seu território.    

Um dia muito conhecido também graças a essa grande história é o Dia De Los Muertos comemorado no México também no dia 2 de Novembro. A tradição mexicana se mistura com a tradição católica com a indígena (pagã segunda a Igreja Católica) já que a morte por lá não é sinônimo de tristeza mas sim de celebração, alegria, fantasias e muita festa. Festejam o dia levando aos túmulos tudo aquilo que o morto mais gostava, no dia que antecede o evento (1 de Novembro) é reunido parentes e amigos para comer e beber e ficam a esperar os mortos na madrugada. 

Na Tailândia é realizada a festa Phi Ta Khon, o dia é celebrado com música e desfiles, junto a eles levam a imagem de Buda, segundo eles os Vietnamitas Fantasmas e espíritos circulam dentre os homens.

Na Irlanda considerada berço do Halloween ainda é comemorado com os adultos fazendo fogueiras para se manter a tradição, já as crianças absorveram a parte americana da história adotando o famoso tricks or treats - doces ou travessuras.

Se divirta com o Halloween


O Halloween é muito mais que uma festa de doces ou travessuras, tem a tradição e as bases de um povo muito importante para a humanidade, os Celtas. Apesar da Igreja Católica ter tentado apagar esse festival, ele sobreviveu durante os séculos acabou perdendo um pouco sua razão de comemorar uma boa colheita, mas mantém suas raízes.

Aqui no nosso Brasil não temos essa tradição, mas é sempre bom saber dela, afinal queremos que você aproveite essa festa no seu próximo intercâmbio e/ou viagem. Agora, se você já estiver viajando, comenta aqui embaixo como foi seu halloween onde estiver! Adoramos saber as experiências de vocês. And we wish you a ...

 

  • Tags:
  • irlanda
  • halloween
  • eua
  • america
  • escocia
  • pais de gales
  • inglaterra
  • brasil
  • mexico
  • tailandia
  • intercambio
  • viagem

#EuSouBTB

#
#
#
#